MUSEU DO ZÉ PEREIRA

Editais/Prêmios:
Edital ProAc nº17/2018 de Difusão de Acervos Museológicos

MUSEU DO ZÉ PEREIRA

Editais/Prêmios:
Edital ProAc nº17/2018 de Difusão de Acervos Museológicos

O PROJETO EXECUTIVO

O Museu do Zé Pereira é o primeiro museu municipal de São Bento do Sapucaí SP e conta a história do bloco carnavalesco mais tradicional da cidade. Com a assessoria técnica da ConectaMUS, a Diretoria de Cultura elaborou a lei de fundação do museu para envio à Câmara Municipal. Com a aprovação, fundou-se o Museu do Zé Pereira através da Lei Municipal nº 1.956 de 16 de Maio de 2018 . Posteriormente a ConectaMUS elaborou o plano museológico participativo, estabeleceu parcerias para viabilizar a reforma do espaço e elaborou o projeto executivo de implementação que foi contemplado pelo Edital de Difusão de Acervos Museológicos do Programa de Ação Cultural (ProAc) da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, em 2018. O projeto foi executado durante o ano de 2019 e entregue para a comunidade em janeiro de 2020.
A implementação do Museu do Zé Pereira passou por diferentes etapas que resultaram na exposição que ocupou três salas destinadas ao museu, no Pavilhão de Exposições do Mercado Municipal da cidade. O museu é a demonstração do quanto que festejos populares podem permanecer vivos fortalecendo os laços de afetividade e identificação às tradições locais.

PROCESSOS PARTICIPATIVOS

Plano Museológico e Projeto Arquitetônico

O Museu do Zé Pereira é o primeiro museu municipal de São Bento do Sapucaí SP e conta a história do bloco carnavalesco mais tradicional da cidade. Com a assessoria técnica da ConectaMUS, a Diretoria de Cultura elaborou a lei de fundação do museu para envio à Câmara Municipal. Com a aprovação, fundou-se o Museu do Zé Pereira através da Lei Municipal nº 1.956 de 16 de Maio de 2018 . Posteriormente a ConectaMUS elaborou o plano museológico participativo, estabeleceu parcerias para viabilizar a reforma do espaço e elaborou o projeto executivo de implementação que foi contemplado pelo Edital de Difusão de Acervos Museológicos do Programa de Ação Cultural (ProAc) da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, em 2018. O projeto foi executado durante o ano de 2019 e entregue para a comunidade em janeiro de 2020. A implementação do Museu do Zé Pereira passou por diferentes etapas que resultaram na exposição que ocupou três salas destinadas ao museu, no Pavilhão de Exposições do Mercado Municipal da cidade. O museu é a demonstração do quanto que festejos populares podem permanecer vivos fortalecendo os laços de afetividade e identificação às tradições locais. 

LEVANTAMENTO DE ACERVO

A partir de investigações em acervos familiares que constitui-se o acervo do Museu do Zé Pereira. A partir da ótica de moradores que vivenciam essa manifestação cultural foi possível preencher, com diferentes composições, o novo acervo. Esta experiência compartilhada exemplifica o quanto o conceito de acervo em rede pode ser ampliado e democratizado a todos os níveis de experiência. A equipe de pesquisa atribuiu ao novo acervo do MZP outros objetos que estavam guardados e que possuem referências diretas ao bloco do Zé Pereira como fotos, roupas antigas dos bonecos, entre outros itens. Todos os objetos foram inventariados e catalogados.

IMERSÕES E REGISTRO AUDIOVISUAL

As primeiras imersões do grupo de pesquisa ocorreram nos meses de Janeiro e Fevereiro de 2019 ao acompanhar o processo de restauração e manutenção dos bonecos, momento que marca o início do cortejo dos bonecos pelas ruas de São Bento do Sapucaí. A equipe de pesquisadores também acompanhou, neste mesmo período, o II Encontro Regional de Bonecos Gigantes. Ambos os momentos foram registrados com recursos audiovisuais e fotográficos.

“”

HISTÓRIA ORAL E VÍDEO CABINE

A utilização da História Oral como recurso de registro de depoimentos foi um passo fundamental no cumprimento das etapas do cronograma do projeto do Museu Zé Pereira. Os depoimentos contribuíram de forma efetiva na valorização do enredo e na busca do pertencimento por partes dos entrevistados. É neste contexto que novas histórias são reveladas a partir de experiências pessoais de diferentes gerações.

IDENTIDADE VISUAL DA INSTITUIÇÃO

O novo museu ganhou uma identidade visual, elaborada pelo designer Luis Simonetti e direção artística da ConectaMUS. Nessa identidade foram vetorizados os principais bonecos do Bloco ao estilo Flat Design, para que possam ser utilizados em materiais gráficos do próprio museu como cartazes, artes, produtos e sites.

IDENTIDADE VISUAL DA INSTITUIÇÃO

O novo museu ganhou uma identidade visual, elaborada pelo designer Luis Simonetti e direção artística da ConectaMUS. Nessa identidade foram vetorizados os principais bonecos do Bloco ao estilo Flat Design, para que possam ser utilizados em materiais gráficos do próprio museu como cartazes, artes, produtos e sites.

IDENTIDADE VISUAL DA INSTITUIÇÃO

O novo museu ganhou uma identidade visual, elaborada pelo designer Luis Simonetti e direção artística da ConectaMUS. Nessa identidade foram vetorizados os principais bonecos do Bloco ao estilo Flat Design, para que possam ser utilizados em materiais gráficos do próprio museu como cartazes, artes, produtos e sites.

EXPOSIÇÃO DE LONGA DURAÇÃO

A exposição elaborada para o Museu do Zé Pereira passa por 3 temas principais: a origem da manifestação no Brasil e em São Bento do Sapucaí, os modos de fazer e a importância do Bloco do Zé Pereira para a comunidade sambentista.

As cores, as lembranças, as histórias vivenciadas por cada geração podem ser conhecidas na série de documentários criados pela ConectaMUS para o Museu e que são exibidos em diferentes televisores distribuídos pelo espaço.

Na exposição é possível conhecer todos os bonecões que compõe o Bloco, visitar a instalação Guarda-Roupa de Gigantes, onde estão expostas as imensas roupas dos bonecos, bem como ouvir e ver os instrumentos utilizados pela banda que acompanha o cortejo.

FICHA TÉCNICA

Plano Museológico e Projeto Executivo de Implementação | ConectaMUS
Produção | Rafaella Teixeira
Pesquisa e Curadoria | Diana Poepcke
Equipe Audiovisual | Paulo Pereira, Diana Poepcke, Paulo Pereira, Rafaella Teixeira, Felipe Brait, Otávio Rangel
Projeto Arquitetônico | Coletivo +AUE
Projeto Cenográfico | Chroma Arquitetura
Identidade Visual | Luis Simonetti
Coordenador do Bloco Zé Pereira | Matheus Venâncio
Coordenador musical do Bloco Zé Pereira | Esmar Benedito de Castro
Coordenador do setor de bonecos do Bloco Zé Pereira | Rodrigo Vicente Pereira